Literatura - Poesia

SEYCHELLES calmo e puro como um pêssego, o Sol se pôs. GAROTA HÚNGARA Dentro dela o deleite por perder-se sobre desigual e branco território de lençóis, divagando, pensamentos soltos. GAROTA SOLAR Toca-me Como se tocasse Em carne viva A palavra escrita. GAROTA DO KENTUCKY Amor Onde dois corpos calam Máquinas agrícolas. LIZ côncavo lago das mãos quando cheias d’água. Israel Azevedo nasceu em São Paulo, cidade onde vive. Ainda na internet, seus poemas podem ser lidos nas revistas Subversa, Enfermaria 6, Diversos Afins, Escamandro, Zunái, Mallarmargens e Germina – Revista de Literatura e Arte. Você autor envie-nos seu texto para publicação, crônicas, poesia ou contos, publique por aqui também!

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now