• Ygor Moretti

Dica de leitura - O Homem do Castelo Alto


Escrito em 1962, O Homem do Castelo Alto é considerado como influência para histórias como Matrix, Lost e outras sagas que questionam: O que é a realidade?

Autor de diversos clássicos de ficção científica, alguns contos de Philip K. Dick foram adaptados para o cinema, Vingador do Futuro, Blade Runner, Minority Report entre outros.

O Homem do Castelo Alto conta a história de uma realidade paralela, e se a Segunda Guerra Mundial tivesse sido vencida pelo eixo formado por Alemanha, Japão e Itália? É nesse contexto que a história se desenrola, sendo assim, a trama se passa nos anos 60, negros ainda são escravos, Judeus estão praticamente extintos e a separação geográfica do globo terrestre está muito diferente do que conhecemos.

Além dessa história de proporções globais, outras tramas se desenvolvem ao longo das 300 páginas do romance, um autor escreve paralelamente uma história secreta de uma outra realidade, o que dá a história um ar muito maior de suspense e mistério.

A edição da editora Aleph para a segunda edição do livro (existe já uma terceira edição) tem capa produzida Luiza Franco e Thiago Ventura, com projeto gráfico de Neide Siqueira. A capa reproduzida acima, assim como em outras capas produzidas mundo afora, trazem sempre um detalhe que revela ou insinua os conflitos da história.

O livro foi adaptado para uma série no Prime Video que conta com duas temporadas. Fãs de Philip K. Dick podem estranhar a falta de um mundo futurista, robôs e detalhes de ficção cientifica, mas a caracteristica de intrigas, mistérios e questionamentos presentes em toda a obra do autor, também poderão ser encontradas em O Homem do Castelo Alto.

#literatura #livros #designeditorial #designdecapa #autores #escritores #leitura #dicadeleitura #OHomemdoCasteloAlto

16 visualizações
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now